Colaboradores

sábado, outubro 6

Ela nunca reclamou por ser só...


"Ela nunca reclamou por ser só, pelo contrário, sempre soube se virar. Ela acordava cedo, tomava um banho gelado pra despertar, evitava músicas melosas pra não ter o que pensar e seguia seu rumo pois era o melhor jeito de levar. Sabia cortar o próprio cabelo e antes de um ano já sabia andar, fazia o próprio caminho e o seguia sem se importar com o que os demais iriam falar. Tão ela, tão dela, que jamais poderia vir a se perder. Então qual foi a parte que deu errado? Em que momento o chão sumiu e ela entrou numa queda livre na qual não podia se controlar? Em que momento sua essência se perdeu e ela se perguntou “quem sou eu”? Por que agora eu vejo essa garota se procurando em todas as esquinas, em todos os lugares, em outros olhares e em meio a multidões. Ela precisa se encontrar, mas, e se ela não tiver se perdido? E se ela só tiver mudado?"

Nenhum comentário:

Postar um comentário